Maringá Avança

ECONOMICAMENTE COM A QUALIDADE DE VIDA

Com apenas 69 anos de fundação, Maringá acumula experiências que se tornaram exemplo para muitas cidades, algumas centenárias e outras até capitais. E uma das experiências mais "exportadas" e elogiadas de Maringá envolve a união do poder público e da sociedade civil organizada nas decisões de planejamento e aplicação dos projetos socioeconômicos da cidade.

Essa experiência impulsionou outras inovações na gestão, que avançou em todos os sentidos. A Cidade Canção está entre os melhores municípios do Brasil em vários aspectos, a começar pelo planejamento, uma marca desde a fundação da cidade.

A CIDADE CANÇÃO ESTÁ ENTRE OS MELHORES MUNICÍPIOS DO BRASIL EM VÁRIOS ASPECTOS, A COMEÇAR PELO PLANEJAMENTO, UMA MARCA DESDE A FUNDAÇÃO DA CIDADE.

Com mais de 400 mil habitantes, Maringá é considerada o melhor município do Brasil em planejamento urbano, segundo a consultoria Urban Systems/Revista Exame, e a quarta melhor cidade do país pela Austin Ratings/Revista lsto É. Conquistou ainda o título de melhor cidade do Brasil em responsabilidade social, primeira do Paraná e oitava do Brasil para criar os filhos. Quinta do país no combate a mortalidade infantil e primeira do Estado em gestão fiscal.

O que é CODEM?

Na realidade, a busca do desenvolvimento socioeconômico reunindo poder público e sociedade civil organizada começou a ser desenhada na década de 1990. Com a economia do município perdendo dinamismo, lideranças se mobilizaram no movimento denominado "Repensando Maringá", embrião do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (CODEM) - instituído por Lei Municipal n° 4275, de 11/09/96. Formado por representantes de todos os setores da economia do município e com participação do poder público, o CODEM e um órgão municipal encarregado de propor e fazer executar políticas de desenvolvimento econômico e com competências deliberativas e consultivas. Em maio de 1997, quando a cidade completava 50 anos, o CODEM foi efetivamente implantado, com a posse de todos os seus membros e eleição de sua primeira Mesa Diretora.

Formado por câmaras técnicas dos setores representados, o CODEM se tornou um instrumento fundamental na formulação de propostas e viabilização da política de desenvolvimento econômico de Maringá, tornando-se modelo para conselhos semelhantes, implantados em centenas de cidades brasileiras.

Maringá 2020

Outro modelo copiado de Maringá, dentro dos conselhos de desenvolvimento, foi o planejamento a longo prazo. Além de trabalhar questões imediatas para a recuperação da economia local, o CODEM construiu em 1997 um projeto denominado Maringá 2020.

O documento se tornou a longo prazo referencia para outros conselhos, e o mais interessante, a mobilização do poder público e sociedade civil organizada em Maringá, permitiu o município alcançar os objetivos propostos com quase uma década de antecedência. Em 2007 o CODEM passou a elaborar uma nova visão de futuro para os próximos anos, o Maringá 2030.

Projetos

SEMET

Com o auxílio da sociedade civil organizada, a administração passou a inovar com uma gestão pautada na eficiência, economia e transparência, se antecipando a legislação e as exigências da própria comunidade. Foram criados projetos que se tornaram referência para outros municípios, inclusive para o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e organismos oficiais de fiscalização. A implantação do Almoxarifado Central e da Central de Compras , eliminando as dezenas de estruturas existentes por secretarias, proporcionou uma economia significativa além de garantir maior controle dos estoques e abastecimento de todos os setores da administração.

Hoje a estrutura da Secretaria de Recursos Materiais, Abastecimento e Logística (Semat], responsável pela Central de Compras e pelo Almoxarifado Central, e indicada pelo TCE e visitada por gestores de todo o Brasil e de outros países. A Semat é responsável por abastecer toda estrutura da administração espalhada por todas as regiões da cidade e dos distritos de iguatemi e Floriano.

 

Referência

Foram criados projetos que se tornaram referência para outros municípios, inclusive para o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e organismos oficiais de fiscalização.

HORTAS COMUNITÁRIAS

Um dos muitos projetos de Maringá referência para municípios de todo o Brasil e indicado por órgãos oficiais é o das Hortas Comunitárias. Premiado pelo Ministério da Saúde, pela Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais e pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome, o projeto das Hortas Comunitárias de Maringá é modelo para uma cartilha que o Banco do Brasil vai distribuir para gestores de todo o país dentro da política de incentivo a produção de alimentos saudáveis para famílias de baixa renda.

Implantadas em áreas de fundo de vale e abaixo de linhas de transmissão de energia na zona urbana, as Hortas Comunitárias fazem parte do programa "Maringá Saudável", que incentiva a prática de atividade física e a alimentação saudável como forma de prevenção. São 29 hortas espalhadas por toda a cidade e os distritos. Juntas envolvem diretamente mais de 700 famílias, alcançando uma produção de 250 toneladas ao ano.

Maringá Saúdavel

As Hortas Comunitárias fazem parte do programa "Maringá Saudável"

SAÚDE

Considerado referência para a implantação do Cartão Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS), o sistema do Portal Saúde Maringá já teve o código fonte liberado para vários municípios. Lançado em 2014, o Portal Saúde Maringá é uma ferramenta online desenvolvida pelo município que permitirá o acesso do usuário ao seu histórico médico, por meio da internet.

Com o cartão numerado e uma senha pessoal, o usuário tem acesso a informações pessoais como últimas consultas realizadas, médicos visitados, lista de vacinas aplicadas, doenças diagnosticadas, remédios administrados. O sistema agiliza o atendimento em toda rede pública e privada, uma vez que o acesso ao prontuário do paciente será online. Mesmo fora do país, um profissional de saúde com acesso a internet e a senha pessoal do usuário, poderá consultar a ficha do paciente, garantindo mais agilidade e segurança no atendimento, especialmente em casos de urgência e emergência.

O portal permite acesso também a informações sobre estatísticas de doenças, estrutura da Secretaria de Saúde, agenda de atividades, notícias e orientações sobre saúde preventiva. O projeto teve início em 2009 com investimentos de R$ 7 milhões, permitindo a interligação de todas as unidades de saúde do município.

 

O sistema inovador do Portal Saúde Maringá também recebeu o Prêmio lnovaSus do Ministério da Saúde e o 2° Prêmio Gestor Público Paraná, concedido pelo Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná. O prêmio reconhece e contempla o desenvolvimento de boas práticas administrativas e projetos de administração pública que resultaram em benefícios para as cidades , estimulando seu crescimento social e econômico.

O SISTEMA INOVADOR DO PORTAL SAÚDE MARINGÁ

também recebeu o Prêmio lnovaSus do Ministério da Saúde e o 2° Prêmio Gestor Público Paraná.

MASTERPLAN

Seguindo essa tendência inovadora, o Masterplan também passa a despertar o interesse por Maringá. Será um dos primeiros municípios brasileiros a contratar um planejamento levando em consideração as cidades de sua influência.

seta-top