Sobre o Masterplan

Sobre o Masterplan

CONSULTORIAS INTERNACIONAIS ESTÃO AJUDANDO A PLANEJAR O DESENVOLVIMENTO DE MARINGÁ ATÉ A CIDADE COMPLETAR CEM ANOS.

MARINGÁ FOI PLANEJADA PARA TER 110 MIL MORADORES, UM NÚMERO BEM AQUÉM DOS MAIS DE 400 MIL ATUAIS.

MAIOR MUNICÍPIO DO ESTADO DO PARANÁ

MAIOR MUNICÍPIO DA REGIÃO SUL

Maringá foi planejada para ter 110 mil moradores, um número bem aquém dos mais de 400 mil atuais.Maringá é conhecida pelas avenidas largas, canteiros floridos e parques que ajudam a projetá-la como uma das melhores cidades brasileiras em qualidade de vida. Não apenas para morar , mas também para investir. Não foi do dia para a noite que o terceiro maior município do Paraná e sétimo da região Sul do país ganhou esta projeção. Tudo começou na década de 1940, quando a companhia colonizadora da cidade decidiu planejar o futuro. 

Os registros mostram que o projeto original de Maringá foi assinado pelo urbanista paulista Jorge de Macedo Vieira, dentro do conceito de "Cidade Jardim", elaborado pelo britânico Ebenezer Howard, também urbanista de vários bairros de São Paulo. E lá se vão pelo menos 70 anos. 

Maringá foi planejada para ter 110 mil moradores, um número bem aquém dos mais de 400 mil atuais. Mas como proporcionar crescimento econômico e populacional, sem perder qualidade de vida? A resposta está no planejamento, e e isto que a sociedade civil organizada está fazendo ao contratar consultorias para elaborar o Masterplan, que ajudará a planejar a cidade até 2047, quando Maringá terá cem anos. 

Segundo o empresário Wilson Tomio Yabiku, que é presidente do comitê gestor do Masterplan, crescer de forma planejada e uma prática comum em grandes cidades do mundo. E é isto que a ACIM e o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (CODEM) propuseram: a contratação do Masterplan, um planejamento dividido em duas etapas. Na primeira, a consultoria contratada terá identificado os setores prioritários da economia local para as próximas décadas, e na segunda etapa será feito o planejamento urbanístico e de infraestrutura por uma empresa de consultoria internacional.

Yabiku explica que o Masterplan é necessário para tornar a cidade equilibrada do ponto de vista social, econômico e ambiental. "Os grandes parques e avenidas que seguem ao longo das curvas de níveis e todos os setores estrategicamente definidos, foi devido ao Masterplan realizado na década de 1940. Mas pode-se perceber que as expansões não seguiram um plano estratégico, preocupado no equilíbrio socioeconômico. Agora é o momento de reequilibrar a cidade", defende.

Etapas do projeto

1º ETAPA: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Com atuação em 157 países, Pricewaterhouse Coopers (PwC) foi a consultoria contratada para elaborar o planejamento socioeconômico de Maringá até 2047. Para chegar ao resultado, a firma fez um minucioso trabalho de coleta e análise de informações (data analytics), reuniões e discussões junto a lideranças e representantes dos principais setores da economia local. O relatório apontará os setores com maior potencial para gerar riqueza e benefícios para a sociedade, levando em consideração as vocações da cidade. Também constarão a estrutura de governança e os procedimentos de acompanhamento e monitoramento da implementação do planejamento estratégico. Após a entrega do estudo, caberá a sociedade e ao poder público a implantação das ações.

Na segunda etapa será contratada outra empresa de consultoria internacional para elaborar o planejamento urbanístico e de infraestrutura, que fornecerá as diretrizes de planejamento de transporte, saneamento, educação, qualidade de vida, energia, entre outros.

A ACIM entende que é imprescindível que as gestões municipais se comprometam a adotar as diretrizes do planejamento. O prefeito Roberto Pupin assinou um convênio comprometendo-se a utilizar o plano socioeconômico para suporte de planos diretores. Espera-se que as próximas administrações municipais , dada a importância do projeto, deverão fazer o mesmo. (Fonte: Revista da ACIM)

O RELATÓRIO APONTARÁ OS SETORES COM MAIOR POTENCIAL PARA GERAR RIQUEZA E BENEFÍCIOS PARA A SOCIEDADE, LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO AS VOCAÇÕES DA CIDADE.

As origens do Masterplan Maringá

PLANEJAMENTO

  • Planejada por ingleses na década de 1930.
  • Plano diretor de 1945.

LEGADO

  • A cidade cresceu planejada até o limite do planejamento dos ingleses. Nas décadas seguintes, a cidade cresceu sem o devido planejamento diretor.

RESULTADO

  • A cidade cresceu com a necessidade de manter o planejamento original, que mantivesse a qualidade de vida ao longo do tempo.

MARINGÁ, DÉCADA DE 1990

  • Perda do dinamismo da economia local.
  • Necessidade de um novo modelo de desenvolvimento.
  • Necessidade de maior participação da sociedade civil organizada nas decisões de futuro.
  • Necessidade de garantir uma cidade resiliente, inteligente e sustentável.
  • Envolvimento de lideranças em torno do desenvolvimento local (ACIM, Fiep, Lojas Maçônicas, Sindicatos, Associações, entre outras da Sociedade Civil).

MOVIMENTO "REPENSANDO MARINGÁ", DE 1994

  • Criação do CODEM (Conselho de Desenvolvimento de Maringá), em 1996.

1964

MARINGÁ EM 1964, NO CRUZAMENTO DAS AVENIDAS GETÚLIO VARGAS E BRASIL.

CODEM

CARACTERÍSTICAS

  • Criado por iniciativa da sociedade.
  • Conselho de caráter consultivo.
  • Participação voluntária.
  • Visão de futuro.
  • Representatividade política apartidária.
  • Foco no desenvolvimento socioeconômico.
  • Representatividade da sociedade organizada.
  • A partir de sua criação, o CODEM articulou periodicamente a organização com mais de cem entidades em torno de um plano de futuro comum.

PLANO SOCIOECONÔMICO E EXPANSÃO URBANA

  • Em maio de 2012 o CODEM entende que é chegado o momento de um planejamento socioeconômico e de desenvolvimento urbano (evoluir o Maringá 2030 para um plano), considerando os dados apresentados pela prefeitura.

DIAGNÓSTICO

  • Necessidade de contratação de consultoria internacional de renome e consolidada experiência para a realização de um plano de longo prazo - o Masterplan - com foco socioeconômico e urbanístico.
Nerau Digital Studio

PERGUNTAS PARA WILSON TOMIO YABIKU, PRESIDENTE DO COMITÊ GESTOR DO MASTERPLAN.PERGUNTAS PARA WILSON TOMIO YABIKU, PRESIDENTE DO COMITÊ GESTOR DO MASTERPLAN.

O QUE PODEMOS ESPERAR DO MASTERPLAN?

O Masterplan é um macroplanejamento estratégico de desenvolvimento, de médio e longo prazos, embasado no potencial econômico e social. Maringá nasceu de um Masterplan realizado na década de 1940, e o resultado e de nosso pleno conhecimento. O que se espera e o resgate do planejamento que garanta um desenvolvimento econômico e social sustentável e competitivo e com qualidade de vida.

COMO EXPLICAR A EXPRESSAO "UM BAIRRO PRECISA SE PAGAR"?

Serão conhecidos os setores mais competitivos e aqueles setores que poderemos desenvolver ao longo do tempo. São informações importantes e estratégicas aos empresários e aos gestores públicos.

CONSIDERA QUE MARINGÁ É HOJE UMA CIDADE EQUILIBRADA NOS ASPECTOS SOCIAL, ECONÔMICO E AMBIENTAL?

Maringá, se comparada a cidades de mesmo porte e importância, podemos afirmar com segurança, que sim. Mas quando cresceu rapidamente além da área originalmente planejada, nem sempre seguiu uma lógica de planejamento estratégico equilibrado. E é justamente por isso que se propõe um processo de planejamento, incluindo não somente as zonas periféricas, mas também as cidades conurbadas.

COMO EXPLICAR A EXPRESSÃO "UM BAIRRO PRECISA SE PAGAR"?

Bairros que não ofereçam empregos de alto valor agregado, e que também tenham baixa densidade populacional, não conseguem se pagar. O transporte, serviços essenciais de saúde, educação, segurança e limpeza ficam prejudicados. Um dos fundamentos do Masterplan, trata de orientar o gestor público na reordenação do zoneamento e ocupação do solo, baseado num plano estratégico de incentivos para a instalação de atividades geradoras de renda nessas regiões.

QUAL É O PERFIL IDEAL DA EMPRESA QUE SERÁ ESCOLHIDA PARA O PLANEJAMENTO, QUE É A SEGUNDA ETAPA DO MASTERPLAN?

Maringá precisa se aliar a uma marca forte e conhecida mundialmente, para que tenha um atalho para alcançar a economia mundial. Diferente de São Paulo e Rio de Janeiro, o mundo não sabe que Maringá existe e nem se é viável para seus investimentos. Maringá deverá escolher uma marca que agregue valor e de visibilidade nacional e mundial no média e longo prazo. Não existe desenvolvimento sem investimentos externos.

COMO O SENHOR CONSEGUE IMAGINAR MARINGÁ EM 2047, ANO EM QUE A CIDADE COMPLETA 100 ANOS?

Uma cidade tão boa para se morar e trabalhar como é hoje, mas integrada e equilibrada com as cidades conurbadas. Sustentável do ponto de vista econômico, social e ambiental. O futuro de Maringá está em nossas mãos, hoje. Cabe a cada um fazer bem feito a sua parte.

Maringá 2020 e 2030

O que queremos para o futuro? princípios magnos da sociedade civil organizada de maringá

Maringá 2020

  • Qualidade de vida
  • Renda equânime
  • Ambientalmente sustentável
  • Excelência em serviços
  • Atividades de alto valor agregado
  • Tecnologicamente desenvolvida
  • Internacionalmente competitiva

 

 

Maringá 2030

  • Qualidade de vida
  • Renda equânime
  • Ambientalmente sustentável
  • Excelência em serviços
  • Cidade segura e moderna
  • Elevados níveis de emprego e renda
  • Exportadora de produtos de alta tecnologia
  • Reconhecida internacionalmente
  • Empresas globais

Cidades do futuro

 

Centrada no Cidadão
Sustentável
Responsiva
Bem governada
Resilente
Planejada
Economia vibrante
Acessível

 

Governar com o cidadão
Serviços acessíveis
Medindo resultados
Colaboração mútua baseada em confiança
Empresas organizadas em rede
Poder público a serviço do cidadão

Vocações de Maringá

PERCEPÇÕES POSITIVAS DA SOCIEDADE CIVIL ORGANIZADA

  • O foco da cidade de Maringá agora e serviços e indústrias de maior valor agregado. Não nos interessa indústria poluente e com largo uso de mão-de-obra (Maringá, 2030).
  • Quando se olha a questão do planejamento, a força do CODEM e a forma apartidária como ele atua, começa-se a entender porque Maringá é uma cidade diferenciada.
  • A origem cultural agrícola (somada com a oriental), faz com que a cidade tenha propensão a poupar e imobilizar recursos - estimulando o setor de construção civil.
  • A cidade está preparada para a mão-de-obra qualificada (as universidades locais formam por ano 70.000 a 80.000 alunos, com 10% a 12% permanecendo na região).

MÃO DE OBRA
AS UNIVERSIDADES LOCAIS FORMAM POR ANO CERCA DE

80 MIL ALUNOS,

COM 10% A 12% PERMANECENDO NA REGIÃO.

  • A cidade poderia ser também um polo de saúde, com foco na produção de cosméticos, medicamentos e na indústria de equipamentos médicos.
  • Cooperativismo na cidade e um elemento forte, que acabou criando a cultura do agir em conjunto - a cidade coloca recursos do próprio bolso para ajudar a sociedade.
  • O viés de qualidade de vida, justiça social e segurança que a cidade apresenta poderia posicionar o polo de saúde para o atendimento da terceira idade.

DIRECIONADORES DA VOCAÇÃO E DO POTENCIAL DOS SETORES ECONÔMICOS DE MARINGÁ

PIB MARINGÁ

NOS ÚLTIMOS TRESE ANOS, O PIB DE MARINGÁ VEM CRESCENDO A UMA TAXA EXTREMAMENTE ELEVADA.

  • SERVIÇOS E INDÚSTRIA

    Vocação principal da cidade de Maringá e o setor de serviços e indústria de alto valor agregado.

  • COORDENAÇÃO

    Manter a coordenação da região de influência para que as demais cidades continuem a alavancar a economia de Maringá, crescendo juntas.

  • PROTAGONISTA

    Tem a oportunidade de ser protagonista na região de influência (mercado) o qual impulsionará o seu crescimento sustentável.

  • SOFISTICAÇÃO

    Precisa desenvolver setores econômicos mais sofisticados, com altos salários para reter a mão de obra qualificada formada em suas universidades.

  • EDUCAÇÃO

    Estabelecer educação e formação técnica suficiente e de alta qualidade para atender a demanda destes novos setores.

  • PADRÃO DE VIDA

    Para aumentar o padrão de vida é preciso desenvolver setores econômicos de maior valor agregado e manter a cultura do planejamento.

  • CRESCIMENTO DA ECONOMIA

    Em Maringá existem setores já estabelecidos que podem alavancar o crescimento da economia de maior valor agregado.

Principais obras de Infraestrutura

PREVISTAS PARA A CIDADE R$ 4.7 BILHÕES EM INVESTIMENTOS

NOVO CENTRO CÍVICO - EUROGARDEN

CONSTRUÇÃO DO CENTRO CÍVICO E DO EMPREENDIMENTO EUROGARDEN (COMPORTANDO ATÉ 60 MIL HABITANTES).

  • COCAMAR

    Ampliação dos volumes de recebimento de grãos e da base industrial, e a incorporação de novas itens no portfólio industrial.

    R$ 100 MILHÕES

  • TREM PÉ VERMELHO

    Construção de sistema VLT de 153 Km de linha, unindo 13 municípios em uma metrópole linear.

    R$ 700 MILHOES

  • CONTORNO SUL

    Construção de pista dupla, passando por Marialva, Sarandi, Paiçandu e Maringá, recebendo mais de 20 mil veículos por dia.

    R$ 450 MILHÕES

  • TECPAR

    Produção, envase e controle do medicamento para o combate do câncer, Bevacizumabe.

    R$ 100 MILHÕES

  • CIDADE INDUSTRIAL

    Atração de mais de 200 empresas, dos segmentos metalúrgica, construção civil, gráfica, confecção, farmacêutica e serviços. Construção de um tecnoparque para indústrias de base tecnológica.

    R$ 70 MILHÕES

  • CENTRO DE CONVENÇÕES

    Centro de Convenções (R$ 19 ,8 milhões); Teatro (R$ 31 ,5 milhões); Prédio da Administração (R$ 2 milhões); Estacionamento (R$ 14,3 milhões).

    R$ 67,6 MILHÕES

  • TERMINAL INTERMODAL

    Criação de um terminal multimodal, rodoviário e ferroviário (VLT).

    R$ 63 MILHÕES

  • POLO AERONÁUTICO

    Ampliação da pista de pouso para 3.250 metros. Ampliação do pátio de aeronaves com 50.000 m2 . Atração de empresas do setor aeronáutico. Construção de um parque industrial para empresas do setor aeronáutico.

    R$ 62 MILHÕES

  • UTFPR

    Construção do Campus de maior extensão no Paraná, com 5 cursos inicialmente ofertados.

    R$ 35 MILHÕES

  • LACTEC

    Laboratório de reação ao fogo (R$ 5 milhões). Laboratório de resistência ao fogo (R$ 10 milhões). Objetivo de atender o segmento de construção civil e as normas do Corpo de Bombeiros.

    R$ 15 MILHÕES

  • SENAI

    Ampliar infraestrutura e adquirir equipamentos para atender o setor metalomecânico.

    R$ 8 MILHÕES

ARMAZÉM DIGITAL

CONSTRUÇÃO DE UM PARQUE TECNOLÓGICO PARA EMPRESAS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E START-UPS DE BASE TECNOLÓGICA.

E para o futuro, quais desafios esperamos encontrar?

Revolução Tecnológica

IMPACTOS EXPLÍCITOS

  • Modelos de negócio alternativo.
  • Manter a coordenação da região de influência para que as demais cidades continuem a alavancar a economia de Maringá, crescendo juntas.
  • Ruptura nos paradigmas tecnológicos.

IMPACTOS IMPLÍCITOS

  • Novos vetores de emprego.
  • Modelo de gestão de grandes empresas utilizando práticas de startups.
  • Reequilíbrio entre o homem e as máquinas

Mudanças Climáticas e Escassez de Recursos

IMPACTOS EXPLÍCITOS

  • Tensão global sobre uso e gestão de recursos naturais.
  • Risco no abastecimento de energia, água e alimentos.
  • Ruptura nos paradigmas tecnológicos.

IMPACTOS IMPLÍCITOS

  • Disputas entre países e regiões.
  • Demanda por infraestrutura.

 

Urbanização Acelerada

IMPACTOS EXPLÍCITOS

  • Modelo de gestão de cidades similares.
  • Sustentabilidade
  • Prefeitos atuando como gestores públicos.

IMPACTOS IMPLÍCITOS

  • Indicadores de gestão.
  • Rede de cidades.
  • Megalópoles com poder de influência geopolítica.

Mudanças Demográficas

IMPACTOS EXPLÍCITOS

  • Pressão sobre os sistemas previdenciários.
  • Ruptura nos modelos tradicionais de emprego.
  • Criação de uma nova classe média.

IMPACTOS IMPLÍCITOS

  • Desafios inter-regionais.
  • Intensificação na gestão de talentos.
  • Dispersão entre culturas.
Nerau Digital Studio

Quais são as áreas e setores potenciais de futuro?

MODA E DESIGN

MODA E DESIGN

  • Criatividade e desenvolvimento de tendências.
  • Criação de conceitos.
  • Grandes exposições e desfiles de moda.
  • Uso eficiente da materia-prima.
QUÍMICA

QUÍMICA

  • Produtos químicos para o setor do vestuário.
  • Produtos de uso médico e odontológico.
  • Adubos e produtos para a agricultura.
  • Produtos para uso mecânico.
BIOTECNOLOGIA

BIOTECNOLOGIA

  • Desenvolvimento de medicamentos para combate ao câncer.
  • Vacinas para uso humano e animal.
  • Produtos biológicos de origem animal.
FARMACOLOGIA

FARMACOLOGIA

  • Desenvolvimento de medicamentos para prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças.
AERONÁUTICO

AERONÁUTICO

  • Serviços de manutenção de aeronaves.
  • Fabricação de peças e componentes de aeronaves.
  • Polo de formação de profissionais especializados.
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

  • Sistemas embarcados.
  • lnteligência artificial.
  • Big data.
  • Sistemas integrados para a agricultura.
HEALTH CARE

HEALTH CARE

  • Hospitais especialistas com atuação global.
  • lndústria estética.
  • Centros de terapias consolidados.
  • Centros de atendimento para o público idoso.
EDUCAÇÃO

EDUCAÇÃO

  • Pós-graduação com parcerias internacionais.
  • Sistemas híbridos de educação superior.
  • Desenvolvimento de pesquisas na área de tecnologia para atender os setores potenciais.
SERVIÇOS FINANCEIROS E DE SEGUROS

SERVIÇOS FINANCEIROS E DE SEGUROS

  • Ferramentas financeiras para empresas globais.
  • Cooperativismo.
  • Desenvolvimento de produtos específicos para atender as empresas locais.
CADEIA DE VALOR DO AGRONEGÓCIO

CADEIA DE VALOR DO AGRONEGÓCIO

  • Defensivos e culturas resistentes a pragas e fatores climáticos.
  • Sistemas de produção sustentáveis e integrados.
  • Tecnologia em maquinário para o campo.
  • Tecnologia industrial para aumentar a eficiência no processo de transformação da materia-prima.
  • Tecnologia para produção de alimentos no modelo de agricultura familiar.
  • Desenvolvimento de centros de distribuição para atender a demanda nacional.
  • Sistema de estocagem e logística integrados .
  • Exportação de produtos com alto valor agregado.

 

O que esperar de Maringá na área de desenvolvimento econômico

MARINGÁ JÁ ELABOROU UMA VISÃO DE CIDADE PARA 2030 COM IMPACTOS ECONÔMICOS BEM DEFINIDOS.

''Tornar-se uma cidade economicamente desenvolvida, com elevados níveis de emprego e riqueza e com renda mais equitativamente distribuída, com modelo econômico que garanta forte crescimento ambiental e tecnologicamente sustentável e que tenha como fim último o desenvolvimento social, consolidando-a como centro de excelência em educação, em saúde, em infraestrutura logística e em desenvolvimento tecnológico, exportadora de tecnologia para o mundo e reconhecida como centro de comércio internacional". (Fonte: Maringá 2030, página 20)

LEIA TAMBÉM

MARINGÁ

A Cidade Canção  está entre os melhores municípios do Brasil em vários aspectos, a começar pelo planejamento, uma marca desde a fundação da cidade.

A GRANDE REGIÃO DE MARINGÁ

É constituída por 12 cidades, que movimentam a nossa região economicamente e socialmente. Acesse os dados gerais e por cidade.

seta-top