Compartilhe o
nosso conteúdo
Dê a sua opinião

Janeiro a maio

Arrecadação de ISS Turístico sobe 40%, diz Observatório

27 de Agosto de 2018 Redação GRM
A arrecadação do ISS Turístico, o Imposto Sobre Serviços (ISS) de segmentos relacionados ao setor de turismo e eventos, teve alta de 40% de janeiro a maio deste ano, em comparação com o mesmo período de 2017.

Os dados são do Observatório do Turismo e Eventos do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau. Segundo o levantamento, nos cinco primeiros meses deste ano, R$ 2.186.230,00 foram arrecadados em ISS Turístico, contra R$ 1.560.485,00 entre janeiro e maio do ano passado.

O ISS Turístico considera quase 50 segmentos econômicos do trade turístico, como rede hoteleira, agências de viagem e buffets.

O ISS é um imposto municipal cobrado sobre o valor de serviços prestados, em qualquer atividade econômica, com alíquotas que variam de 2% a 5%. No entanto, em todos os segmentos relacionados ao turismo e eventos, o tributo é 3% do faturamento.

Neste sentido, o setor de turismo e eventos faturou em Maringá, entre os meses analisados, R$ 72.874.333,00 em 2018 e R$ 52.016.166,00 em 2017, alta de 40%.

“Por meio do ISS conseguimos ter um termômetro sobre o setor de eventos na cidade. Esses números ajudam os empresários e também o poder a público e definir ações relacionadas ao setor”, comenta João Vitor Mazzer, vice-presidente passa assuntos de Entretenimento e Lazer do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau.

O Observatório do Turismo e Eventos monitora, além do ISS Turístico, a tarifa média cobrada pelos hotéis; a taxa média de ocupação dos hotéis; o mercado de trabalho ligado ao turismo; a malha rodoviária; a movimentação do Aeroporto Regional Silvio Name Júnior e a movimentação terrestre pela Viapar.

O projeto é patrocinado pela Viapar e tem, ainda, apoio do Sindicato dos Lojistas do Comércio Varejista de Maringá e Região (Sivamar), Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem), Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim), Cooper Card e Sebrae.

Todos os dados estão disponibilizados gratuitamente no site www.maringacvb.com.br/observatorioturismomaringa.
seta-top