Compartilhe o
nosso conteúdo
Dê a sua opinião

Gestão

Empresária 2019 vem do campo

04 de Dezembro de 2018 Gilson Aguiar
“Não fui educada para depender, mas para dividir com alguém minha vida”. Esta é a afirmação da presidente da Sociedade Rural de Maringá (SRM), Maria Iraclézia de Araújo, que foi escolhida como a Mulher Empresária de 2019.

Ela fala da convivência com um ambiente profissional tradicionalmente masculino e da importância da mudança no setor do agronegócio. Para Araújo, pais e mães devem educar suas filhas a conquistarem sua vida profissional independente de construírem uma vida conjugal. Segundo a presidente da SRM, independência financeira é fundamental para gerar respeito.

As mulheres têm avançado em cargos de liderança no setor do agronegócio. Em um ambiente marcado pela liderança masculina, tradicionalmente. Maria Iraclézia foi a primeira mulher no Brasil a assumir à frente de uma entidade que representa o setor. Para ela, isso foi um desafio, mas que soube superar. Porém, ela lembra, a mulher tem que provar em dobro a eficiência em um ambiente acostumado com a liderança masculina.

Ouça a entrevista com a presidente da Sociedade Rural de Maringá (SRM), Maria Iraclézia de Araújo:
seta-top