Compartilhe o
nosso conteúdo
Dê a sua opinião

IPC Maps

Maringaense gastará R$ 49,6 milhões com cigarro em 2018

28 de Julho de 2018 Nailena Faian/GMC Online
Em Maringá, o gasto com fumo vai chegar a R$ 49,6 milhões em 2018, estima o levantamento realizado pelo IPC Maps obtido com exclusividade pelo portal GMC Online. Na cidade assim como no Brasil, é curioso observar que as despesas com cigarro são muito próximas das despesas com livros e material escolar.

O levantamento que projeta o potencial de consumo das cidades brasileiras estima que os maringaenses vão gastar R$ 59,1 milhões com livros e material escolar, R$ 9,5 milhões a mais do que serão gastos com fumo neste ano.

Apesar do potencial de consumo com fumo ser alto, o valor estimado para este ano em Maringá teve queda de 4,8% em relação ao ano anterior. Em 2017, a projeção apontava que seriam gastos R$ 52,1 milhões com cigarro.

Já a média de todas as categorias de consumo elencadas pelo IPC Maps, como gastos com alimentação, vestuário, bebidas, manutenção do lar, entre outras, teve queda de 1,2% na cidade.

Em contrapartida, tanto nacionalmente quanto no Paraná e na região Sul do país houve aumento com despesas com fumo.

No Brasil, o levantamento estima crescimento de 7,1% com gastos com cigarro, enquanto o crescimento médio das demais categorias foi de 6%. Na região Sul, o aumento é ainda maior com fumo: 9,5%, enquanto a média das demais categorias teve aumento de 7,0%.

No Paraná, o crescimento do consumo de cigarro é de 9,2%, enquanto a média de todas as categorias apresenta aumento de 7,9%.

FABRICAÇÃO - Maringá não conta com nenhuma fábrica de produtos de fumo, enquanto no Paraná são 42 empresas e mais 21 que se encaixam na categoria microempresa (ME) e 4 como microempreendedores individuais (MEIs).

No Brasil são 690 empresas, 290 microempresas e 78 MEIs. Só na região Sul estão 41,3% das fábricas de fumo.
Bloco de Imagem

Foto: Ilustrativa/Pixabay

seta-top