Observatório

DE TURISMO E EVENTOS DE MARINGÁ

Observatório do Turismo e Eventos de Maringá está respaldado pelos exemplos bem-sucedidos de São Paulo (SP) e Bonito (MS). O Maringá e Região Convention & Visitors Bureau acredita que será uma ferramenta para contribuir com o desenvolvimento econômico sustentável do turismo. O objetivo é monitorar através dos resultados, o desenvolvimento do turismo em Maringá e obter dados e indicadores que possam auxiliar no planejamento de ações e tomada de decisões do poder público, iniciativa privada e demais envolvidos nas ações do trade turístico local.

OBSERVATÓRIO DO TURISMO E EVENTOS DE MARINGÁ ESTÁ RESPALDADO PELOS EXEMPLOS BEM-SUCEDIDOS DE SÃO PAULO (SP) E BONITO (MS).

Imposto sobre serviços no turismo

  2015 2016 VARIAÇÃO (%)
JANEIRO 224.774,15 262.170,19 0,166
FEVEREIRO 225.558,26 324.575,94 0,439
TOTAL 722.332,08 859.041,23 0,189

 

Fonte: Secretaria Municipal de Gestão 2016

Dados sobre o Turismo em Maringá

  2015 2016 VARIAÇÃO (%)
TOTAL 29.772.575,32 34.053.624,70 0,144

 

Fonte: Secretaria Municipal de gestão 2016

  2015 2016 VARIAÇÃO (%)
PASSAGEIROS 199.422 204.811 0,027
AERONAVES 2.450 2.305 -5,90%

 

Passageiros: entendido como a soma do total de passageiros embarcados e desembarcados do primeiro trimestre de cada ano.

Aeronaves: entendido como a soma do total de aeronaves que pousaram e que decolaram no primeiro trimestre de cada ano.

DIÁRIA MÉDIA FEVEREIRO 2016  TAXA DE OCUPAÇÃO MÉDIA FEVEREIRO 2016
R$ 204,30 51,20%

 

Fonte: Observatório do Turismo e Eventos de Maringá/2016

PERGUNTAS PARA DIRCEU GAMBINI, PRESIDENTE DO MRCVB

Dirceu Gambini, maringaense, foi presidente por duas gestões da Associação Maringaense das Agências de Viagens (Amav), diretor do Conselho Municipal de Turismo (CMTur) e atualmente é diretor da Abav.

QUAIS OS GRANDES DESAFIOS FRENTE AO MARINGÁ E REGIÃO E CONVENTION & VISITORS BUREAU?

Nosso grande desafio é a construção do centro de convenções, da qual temos feito vários estudos. Estamos agora, junto à prefeitura, em planejamento para construir o centro de convenções junto ao polo aeronáutico, perto do aeroporto. Já temos a comissão pró-centro de convenções. Nós nos  reunimos para tratar as diretrizes e  trazer novidades, fazendo algumas inserções dentro do poder público para poder viabilizar este centro.

QUE IMPACTO ECONÔMICO REPRESENTA O CENTRO DE CONVENÇÕES?

Maringá tem perdido muita receita por não ter este centro de eventos. No ano passado nós estimamos uma perda de R$20 milhões, tendo um grande evento por mês na cidade.

GOSTARIA QUE O SENHOR FALASSE DO SHOWCASE

Inicialmente, ele vai tratar a parte cultural da cidade e depois toda a parte de estrutura, eventos e apresentações. Está consolidado em três línguas: Espanhol, Inglês e Português.

E A IMPORTÂNCIA DO OBSERVATÓRIO DE TURISMO?

O observatório é uma iniciativa do MRCVB e trata-se de um núcleo de pesquisa onde vamos coletar os dados reais, para que, num futuro próximo, possamos direcionar as ações do poder público e privado. Serão elencados alguns itens como hospedagem, transporte aéreo e rodoviário, diária média, e o impacto econômico de cada evento que Maringá recebe.

LEIA TAMBÉM

A GRANDE REGIÃO DE MARINGÁ

É constituída por 12 cidades, que movimentam a nossa região economicamente e socialmente. Acesse os dados gerais e por cidade.

AMUSEP

É a entidade prestadora de serviços e dos interesses em comum das cidades associadas. Confira a lista de municípios que fazem parte do AMUSEP.

seta-top